quinta-feira, 28 de novembro de 2013

PROGRAMA BRASIL QUILOMBOLA

  As Comunidades Quilombolas Chifre do Bode e Poço do Sal, foram comtempladas com o Programa Brasil Quilombola e irá receber equipamentos para um centro comunitário. As comunidades que são atendidas pelo CRAS II - Terra do Sol o que trará mais oportunidades de conhecimentos da própria história dos quilombolas. O CRAS II - Terra do Sol já atua na comunidade levando cursos de geração de renda e atendendo crianças do SCFV de 3 à 7 anos (PETI) e Jovens do SCFV de 13 à 17 anos (Projovem) e gestantes em situação de vulnerabilidade social. Com a instalação Centro Comunitário o CRAS procura-rá ampliar seus serviços.



Comunidade quilombola irá receber equipamentos para Centro Comunitário

Os equipamentos doados fazem parte do Programa Brasil Quilombola e serão cedidos pela Sesau
Foto: Olival Santos
Comunidade quilombola irá receber equipamentos para Centro Comunitário
A doação dos equipamentos faz parte do programa Brasil Quilombola
Repórter:
Fabiano Di Pace

Com o objetivo de melhorar a estrutura para eventos e socialização das comunidades quilombolas Poço de Sal e Chifre do Bode do município de Pão de Açúcar, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), em parceria com o governo federal, realizou a doação de materiais para o Centro Comunitário das comunidades. A doação faz parte do programa Brasil Quilombola e vai beneficiar cerca de 500 pessoas.
A superintendente estadual de Vigilância em Saúde (Suvisa), Sandra Canuto, explicou que o Programa Brasil Quilombola, envolve um conjunto de ações governamentais que visam garantir o acesso das populações quilombolas a serviços públicos essenciais, priorizando desenvolvimento econômico, educação, além de estímulos a participação em políticas públicas.
 “Com a doação e reforma do centro comunitário, os moradores das comunidades quilombolas poderão assistir palestras, filmes, praticar esportes como capoeira, além de garantir um local estruturado para reuniões dos moradores”, destacou Sandra Canuto.
Na ocasião, a Sesau realizou a doação de 120 cadeiras, 30 mesas, aparelhos de DVD, 1 televisor de 40 polegadas, 1 bebedouro, além de roupas para a prática de capoeira. A presidente da Associação dos Quilombolas do Chifre do Bode, Marisete Santos, afirmou que os equipamentos vão oferecer mais qualidade de vida e conforto para a realização de eventos nas comunidades. “A estruturação do Centro de Lazer visa garantir cidadania aos quilombolas, que passam a contar com um local para discutir melhorias na qualidade de vida da população”,  ressaltou.
A estruturação do centro também faz parte da estratégia de prevenção à saúde do governo estadual. De acordo com a gerente de Políticas de Equidade em Saúde da Sesau, Margareth Magalhães, a juventude quilombola está exposta aos mesmos dilemas de todos os jovens brasileiros, por isso é essencial que o Estado promova políticas de prevenção e conscientização para que as famílias possam lidar e prevenir graves questões como vícios e doenças.
Festa da Comunidade – Nesta sexta-feira (29), a comunidade quilombola Poço do Sal realiza a terceira edição de sua festa anual. Durante o evento, que se estende até sábado (30), serão realizadas apresentações culturais e eventos esportivos. “A celebração cria um oportunidade de integração entre as comunidades da cidade de Pão de Açúcar, ampliando assim o sentimento de cidadania e bem estar de todos”, disse Margareth Magalhães.
A festa terá inicio às 8h com a realização de uma apresentação cultural na Escola Municipal Maria Celeste. Em seguida, será realizada uma missa de ação de graças. Também haverá uma apresentação da Banda Unidos Pela Fé a partir das 19h.
 
No sábado (30), serão realizados torneio de futebol e uma corrida de jegue. A programação conta ainda com apresentação do Grupo de Capoeira, formado por jovens das comunidades de Poço de Sal e Chifre do Bode. A festa contará ainda com encenações de Pastoril, Reisado e a apresentação da Banda Olodum da cidade de Palestina. A programação será encerrada com um show de  seresta e bandas alternativas, no palco montado na comunidade. 


Fonte: Ascom / Saúde

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Outubro Rosa

        Palestra sobre o Câncer de Mama e Câncer do Colo do Útero realizada no CRAS II - Terra do Sol pela Enfª. Hebe Rossana


     O CRAS II - Terra do Sol, recebeu a equipe do PSF II onde a Enfª Hebe alertou as diversas mulheres do entorno do CRAS sobre a importância do auto exame da mama e também falou sobre o Câncer do Colo de útero. Explanou que o movimento Outubro Rosa é um campanha de conscientização realizada por diversos países no mês de outubro e é dirigida a sociedade e as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.






sábado, 12 de outubro de 2013

Aniversariantes do Mês de Outubro

Felicidades Mariazinha e Raniere. Toda a Equipe do CRAS II Parabenizam vocês duas e desejam todo o sucesso do mundo.



Felicidades para você, por este dia tão especial que é o seu aniversário.

Parabéns, que possa ter muitos anos de vida, abençoados e felizes, e que estes dias futuros sejam todos de harmonia, paz e desejos realizados.

Que seu coração, esteja sempre em festa, porque você é um ser de luz e especial para mim.

Felicidades pelo seu aniversário.

Que seu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando seus passos e intuindo suas decisões, para que suas conquistas e vitórias, sejam constantes em seus dias.

Parabéns por hoje, mas felicidades sempre.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Comemorando o Dia das Crianças *-* Pão de Açúcar - Al

O Prefeito Jorge Dantas e a Sec. Assistência Social Soraya Omena comemoram junto as crianças pãodeaçúcarenses o seu dia.









quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Comemoração do Dia Nacional e Internacional do Idoso

      Com a primeira apresentação do Coral Amor à Vida, comemoramos o Dia Nacional e Internacional do Idoso.
         As equipes dos CRAS I e II, mais uma vez reunirão-se com o Grupo de Idosos Amor à Vida do SCFV em Pão de Açúcar para comemorar e salientar o quão importante é as atividades. A primeira apresentação do Coral Amor à Vida, composto por integrantes do Grupo de SCFV Amor à Vida empolgou os presentes que na oportunidade muitos mostraram-se entusiasmado para também participar do coral.



ENSAIO DO CORAL DO GRUPO DO SCFV DE IDOSOS AMOR À VIDA.



quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Comemoração do Dia das Crianças no SCFV - Crianças do Pov. Quilombola Chifre do Bode

     A Equipe do CRAS II - Terra do Sol deslocou-se até o povoado quilombola Chifre do Bode para junto ao SCFV de Crianças de 03 a 07 anos comemorar o dia das crianças. A festividade deste dia de comemoração cheio de brincadeiras, fez com que a equipe do CRAS II - Terra do Sol voltassemos a ser crianças e participamos de todas as brincadeiras.
    





"Ser criança é acreditar que tudo é possível.
É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco
É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos


Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles.
É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar.

Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser."
(Gilberto dos Reis)

Outubro Rosa

 Outubro Rosa


.
Por que Outubro Rosa?
Outubro é o mês de conscientização de combate ao câncer de mama. O movimento busca orientar sobre os riscos e a necessidade do diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que é o segundo mais recorrente no mundo, perdendo apenas para o câncer de pele.
O nome Outubro Rosa remete á cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e instituições públicas.
A campanha prevê ações durante todo o mês em várias cidades do País. “Durante toda a Campanha Outubro Rosa estaremos realizando em todas as Unidades Básicas de Saúde várias ações voltadas para a prevenção do câncer. A nossa meta é levar durante todo o mês a informação de conscientização do trabalho de prevenção contra o câncer de mama e colo de útero”, disse Normanda Santiago.  
Caminhada “Saúde da Mama, uma Nova Caminhada”
Palestra: “Importância da Prevenção do Câncer de Mama e Colo do Útero
Local: Auditório da FASVIPA
Palestrante: Enfa. Rita Webster;

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Dia das Crianças - Pão de Açúcar - Al



Comemorando o Dia das Crianças SCFV 03 a 07 anos - CRAS II - Terra do Sol

     Com o intuito de proporcionar as crianças um dia diferenciado a equipe do CRAS II - Terra do Sol confeccionou lembrancinhas em EVA e junto as crianças promoveu diversas brincadeiras. Ao final de tudo o sorriso em cada rostinho nos mostrou o agradecimento de cada criança.




quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Toque-se, faça o exame, previna-se!!!

A SEMTAS - Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social (Sec. Soraya Omena Dantas), CRAS I - Velho Chico  , CRAS II - Terra do Sol e CREAS, juntos neste mês de Outubro quer conscientizar toda a população de Pão de Açúcar - Alagoas, principalmente as mulheres sobre a prevenção contra o Câncer de Mama.



 A prevenção é a melhor maneira de lidar contra o câncer de mama, a doença que mais mata mulheres no Brasil, com 50 mil casos e 10 mil óbitos anualmente, segundo o Ministério da Saúde. E ela atinge também os homens (um caso masculino a cada 150 femininos), que precisam ter os mesmos cuidados preventivos. Por isso, é importante ficar atento a algumas dicas dos especialistas.

  • Realize o autoexame uma vez por mês. Vá até o espelho, erga seus braços, apalpe os seios e as axilas. Se encontrar algum “caroço”, procure seu médico. O hábito pode ser adotado a partir dos 20 anos, e é capaz de detectar tumores com mais de 1,5 centímetro. Mas “a mulher precisa ser muito bem orientada para fazer isso”, afirma o médico José Roberto Filassi, chefe do Departamento de Mastologia da USP e do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Portanto, consultas regulares a um especialista são importantes: ele fará um exame mais detalhado e dará orientações.

  • Previna-se com a mamografia — uma radiografia detalhada, mais eficaz para mulheres com idade superior a 40 ou 50 anos. Alguns médicos defendem que ela seja feita anualmente; outros, de dois em dois anos. O exame identifica nódulos milimétricos, não detectáveis no autoexame.

  • Se tiver histórico da doença na família, opte primeiro por uma ultrassonografia antes da mamografia propriamente dita — pois o índice de radiação nesse exame é ínfimo — ou por uma ressonância magnética, método de diagnóstico por imagem que não utiliza radiação e produz imagens de alta definição das mamas.

  • Começou a menstruar antes dos 12 anos e passou por menopausa depois dos 55? Fique alerta. Quanto maior o período menstrual, maior a exposição ao estrógeno (hormônio feminino), o que eleva o número de células mamárias e, consequentemente, o risco de tumores.

  • Não ter filhos ou tê-los depois dos 30 anos é outro fator de risco: é durante a gravidez que o desenvolvimento da mama se completa. Quando a gravidez é tardia, a mama fica mais suscetível a sofrer alterações celulares.

  • A ingestão regular de álcool, mesmo que em quantidade moderada, é considerada fator de risco para o câncer de mama, assim como a exposição a radiações ionizantes em idade inferior a 35 anos. Encontradas nos raios-X, elas possuem energia suficiente para "quebrar" átomos e moléculas. Se esses tipos de exames forem feitos em excesso, podem afetar o material genético das células e até causar anomalias das células, provocando câncer, por exemplo.


Aniversariantes dos Mês de Julho e Agosto - Grupo de Idosos do SCFV "Amor à Vida".









terça-feira, 17 de setembro de 2013

SCFV - Meirus Palestra com Assistente Social e Psicóloga

    Palestra realizada no povoado Meirus, para alertar os jovens sobre o perigo do uso de Drogas e Anabolizantes.






SCFV - Crianças - Hora do lanche


Meu lanchinho, meu lanchinho
Vou comer, vou comer
Pra ficar fortinho
Pra ficar fortinho,
E crescer, e crescer

Mídias Sociais

http://www.mds.gov.br/saladeimprensa/noticias-1/2013/setembro/redes-sociais-aproximam-populacao-dos-servicos-socioassistenciais

Imagem

Redes sociais aproximam população dos serviços socioassistenciais

17/09/2013 09:33
Centros de Referência de Assistência Social (Cras) criaram perfis em redes como o Facebook para divulgar serviços e programas ofertados. Além da maior aproximação com o público usuário, as redes também rendem parcerias e atraem voluntários
Brasília, 17 – Mais do que ferramentas de entretenimento, as redes sociais, no Brasil, têm se transformado em uma importante ferramenta de serviço. Com o crescente acesso da população à internet – especialmente nos segmentos de menor renda –, alguns Centros de Referência de Assistência Social (Cras) decidiram apostar na criação de perfis nas redes sociais para divulgar seus programas e serviços e têm se surpreendido com o resultado.
Os profissionais que atuam nos Cras estão criando contas no Facebook para se comunicar com a população, usuários e outras unidades do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Eles postam fotos de atividades, informações sobre capacitações, oficinas e serviços e também respondem dúvidas da população. Os perfis, criados para divulgar as ações, acabaram se transformando em um canal de interação com o público que utiliza os serviços e atraem parceiros e voluntários, além de estreitar as relações com outros Cras, fortalecendo a articulação da rede socioassistencial.
Em maio deste ano, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados de um suplemento especial da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), indicando que, em 2011, 77,7 milhões de pessoas com 10 anos ou mais de idade haviam acessado a internet nos três meses anteriores à coleta de dados da pesquisa. O levantamento mostrou ainda que, no grupo sem rendimento e com até um quarto de salário mínimo, o percentual de pessoas que acessaram a internet aumentou de 3,8% em 2005 para 21,4% em 2011; no grupo entre um quarto até metade do salário mínimo, ele foi de 7,8% para 30%, e no grupo de meio a um salário mínimo, o aumento foi de 15,8% para 39,5% no mesmo período.
Divulgação e Interação – No município de Antônio João (MS), o perfil do Cras no Facebook foi criado em março deste ano pela assistente administrativa Liliane Marcondes Viana Silva. Ele é usado para divulgar os cursos e ações com mais agilidade. “Fiz o perfil do Cras Antônio João no facebook para divulgar o nosso trabalho, as reuniões e todas as nossas ações. Todo mundo fica sabendo o que estamos fazendo”, explica. Na linha do tempo do perfil do Cras Antônio João, é possível ver registros de ações como a entrega de ovos de páscoa às crianças do município, que envolveu três dias com a equipe do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e as mulheres que fizeram curso de geração de renda pela prefeitura.
No estado vizinho, em Santo Antônio de Leverger (MT), o psicólogo Weder Lauro Rondon Corrêa transformou, há dois meses, o perfil do Cras em umafanpage no Facebook para administrar melhor a interação. “Tem um monte de gente que não sabe como funciona um Cras e pede para conhecer e visitar a nossa unidade. Na nossa página há profissionais e usuários do município e de todo o Brasil. Agora queremos criar perfis no Twitter e no Instagram”, planeja.
A iniciativa do psicólogo tem o apoio da secretária municipal de Assistência e Promoção Social, Divina Maria da Silva, que acompanha as publicações a partir do seu perfil pessoal. “O facebook não é só particular, hoje em dia é um meio de propaganda e comércio. Gostei da iniciativa dele, está bem profissional”, afirma a secretária, que curte as fotos do grupo de idosos “Recordar é Viver” e do Projovem Adolescente na página do Cras.
Em Teresópolis (RJ), é a própria coordenadora do Cras São Pedro, Oldalea Mello, quem abastece a linha do tempo no perfil da unidade no Facebook. O centro tem quase duas mil famílias referenciadas que são beneficiárias do Bolsa Família e as redes sociais estão ajudando a atrair voluntários para auxiliar no atendimento. “Conseguimos uma nutricionista pelo Facebook que se dispôs a atender os idosos no Cras. Ela vai dar uma palestra. Também apareceram uma arte-terapeuta e uma professora de arte da rede municipal, que se ofereceram como voluntárias”, comemora Oldalea.
No dia 12 de setembro, o Cras São Pedro completou aniversário de um ano e postou uma homenagem com uma foto da equipe de referência. Os usuários curtiram, mandaram cartões, mensagens e fizeram visitas pessoalmente para parabenizar a equipe, pois ficaram sabendo do aniversário pela rede social. “Nós ganhamos também uma biblioteca comunitária da Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher e fizemos o agradecimento pelo Facebook para que todos soubessem”, conta a coordenadora.
Cristiane Hidaka
Ascom/MDS
(61) 2030-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa